Prefeituras     Câmaras     Outras Entidades
 
 
 
SEJA BEM VINDO A TRIBUNA ONLINE
GUANAMBI/BAHIA - , 19 de Abril de 2024
 
 
 
ONDE ESTOU: PÁGINA INICIAL > NOTÍCIAS
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

   
 
 

EDITAIS

NOTÍCIAS

 

Mais de 500 motoristas são flagrados acima da velocidade na Bahia
Números da PRF mostram que motoristas insistem em desobedecer as normas de trânsito; comportamento dos condutores é fundamental para evitar acidentes e mortes.
Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2024

Seguimos atentos realizando comandos específicos, porque acreditamos que a vigilância mais expressiva nesses locais além de coibir acidentes, evitando mortes nas rodovias federais seja pelo excesso de velocidade, seja para inibir manobras arriscadas por conta de ultrapassagens perigosas, possui também um caráter educativo, chamando atenção quanto à mudança de comportamento dos condutores e a importância do respeito às leis de trânsito, garantindo a segurança viária.
Operíodo do Carnaval representa a época de fluxo intenso de veículos circulando nas principais rodovias federais do estado para os mais diversos destinos e o excesso de velocidade é uma das maiores preocupações da PRF por ser uma das principais causas de mortes nas rodovias federais.

Para se ter uma ideia, nas últimas 48 horas, esse tipo de infração ocupa a primeira posição no ranking. Com reforço nesse tipo de fiscalização, a PRF flagrou com o radar fotográfico 533 motoristas dirigindo acima da velocidade estabelecida para a via.
Os números correspondem a 11 flagrantes de excesso de velocidade por hora de operação.

Vale ressaltar que quando o condutor de um veículo excede o limite indicado para via, ocorre o aumento do tempo necessário para frear, assim como eleva as chances de perder o controle da direção, ampliando os riscos de gerar acidentes, pois limita a capacidade de se antecipar aos perigos da via.

Quem dirige com uma velocidade de até 20% da máxima, está sujeito à multa de R$130,16; entre 20% a 50% acima do limite permitido, comete uma infração grave, com multa de R$195,23. Se o motorista exceder a velocidade máxima em mais de 50%, a infração é considerada gravíssima, no valor de R$880,41.

Outras condutas

Em dois dias de operação (09 e 10/02), os esforços do policiamento qualificado resultaram na fiscalização de 1.429 veículos e 1.807 pessoas tiveram seus documentos consultados nos sistemas informatizados da PRF.

No ranking das infrações mais cometidas nas BRs do estado durante as primeiras 48 horas da Operação Carnaval estão as ultrapassagens indevidas (450), o não uso do cinto de segurança (85), a falta da cadeirinha (18), o não uso do capacete (14) e a desobediência ao descanso obrigatório por parte dos motoristas profissionais (27). No combate à alcoolemia ao volante, mais de 1.000 testes do bafômetro foram aplicados e 16 motoristas foram autuados por beber e dirigir.

A PRF registrou ainda 44 auxílios a usuários que precisaram dos agentes por problemas na viagem, a exemplo das panes mecânicas. Além disso, as equipes reduziram os riscos de acidentes ao retirarem das rodovias

O período do Carnaval representa a época de fluxo intenso de veículos circulando nas principais rodovias federais do estado para os mais diversos destinos e o excesso de velocidade é uma das maiores preocupações da PRF por ser uma das principais causas de mortes nas rodovias federais.

Para se ter uma ideia, nas últimas 48 horas, esse tipo de infração ocupa a primeira posição no ranking. Com reforço nesse tipo de fiscalização, a PRF flagrou com o radar fotográfico 533 motoristas dirigindo acima da velocidade estabelecida para a via. Os números correspondem a 11 flagrantes de excesso de velocidade por hora de operação.

Vale ressaltar que quando o condutor de um veículo excede o limite indicado para via, ocorre o aumento do tempo necessário para frear, assim como eleva as chances de perder o controle da direção, ampliando os riscos de gerar acidentes, pois limita a capacidade de se antecipar aos perigos da via.

Quem dirige com uma velocidade de até 20% da máxima, está sujeito à multa de R$130,16; entre 20% a 50% acima do limite permitido, comete uma infração grave, com multa de R$195,23. Se o motorista exceder a velocidade máxima em mais de 50%, a infração é considerada gravíssima, no valor de R$880,41.

Outras condutas

Em dois dias de operação (09 e 10/02), os esforços do policiamento qualificado resultaram na fiscalização de 1.429 veículos e 1.807 pessoas tiveram seus documentos consultados nos sistemas informatizados da PRF.

No ranking das infrações mais cometidas nas BRs do estado durante as primeiras 48 horas da Operação Carnaval estão as ultrapassagens indevidas (450), o não uso do cinto de segurança (85), a falta da cadeirinha (18), o não uso do capacete (14) e a desobediência ao descanso obrigatório por parte dos motoristas profissionais (27). No combate à alcoolemia ao volante, mais de 1.000 testes do bafômetro foram aplicados e 16 motoristas foram autuados por beber e dirigir.

A PRF registrou ainda 44 auxílios a usuários que precisaram dos agentes por problemas na viagem, a exemplo das panes mecânicas. Além disso, as equipes reduziram os riscos de acidentes ao retirarem das rodovias 50 animais que estavam soltos. Por diversos tipos de irregularidades, 46 veículos tiveram que ser recolhidos.

 

FONTE: www.trbn.com.br  
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

   
 
    © 1999-2024 TRIBUNA ONLINE