Prefeituras     Câmaras     Outras Entidades
 
 
 
SEJA BEM VINDO A TRIBUNA ONLINE
GUANAMBI/BAHIA - , 19 de Abril de 2024
 
 
 
ONDE ESTOU: PÁGINA INICIAL > NOTÍCIAS
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

   
 
 

EDITAIS

NOTÍCIAS

 

Governo Federal lança mobilização nacional contra a dengue em escolas públicas do país
Ministério da Saúde e da Educação esperam atingir 25 milhões de estudantes com medida.
Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2024

O Ministério da Saúde e o da Educação lançaram nesta quarta-feira (21) a mobilização nacional contra a dengue nas escolas de todo o país. A iniciativa pretende atingir 25 milhões de estudantes em mais de 100 mil instituições públicas de ensino. A medida foi lançada na Escola Classe Juscelino Kubitschek, no Distrito Federal, e prevê 20 semanas de atividades e engajamento na rede de ensino do país.

O ministro da Educação, Camilo Santana, explicou que toda semana a Educação e a Saúde vão ofertar, na rede do MEC, "uma trilha de ações para os professores e diretores das escolas". "Eles poderão realizar gincanas, atividades escolares, palestras e apresentações. A gente vai poder envolver toda a comunidade da escola, e somente com essa união que poderemos vencer esse grande mal que tem matado brasileiros", disse.

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, destacou que cerca de 75% dos focos do mosquito estão dentro das residências. "Por isso, é tão importante essa mobilização de todos. Não podemos deixar que pessoas morram por mortes evitáveis", disse.

Dengue no país


O Brasil registrou 113 mortes por dengue em 2024 e ultrapassou os 653 mil casos prováveis da doença. Os números são do painel do Ministério da Saúde, atualizado nesta segunda-feira (19). Além disso, 438 óbitos estão em investigação. O Distrito Federal, Minas Gerais, Acre, Paraná e Goiás são as regiões com maior incidência de casos No ano de 2023, o país registrou 1.094 mortes pela doença e mais de 1,6 milhão de casos prováveis. Nos 12 meses, o Espírito Santo foi a região com maior incidência da doença, seguido por Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná.


Segundo dados do Ministério da Saúde, o Distrito Federal possui a pior taxa de incidência do país, com 2.814 casos por 100 mil habitantes. Ele é seguido por Minas Gerais (1.061), Acre (644), Paraná (611) e Goiás (569). Maranhão, Alagoas, Ceará, Pernambuco e Paraíba são os estados com as menores taxas do Brasil.

 

FONTE: r7.com  
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

   
 
    © 1999-2024 TRIBUNA ONLINE