Prefeituras     Câmaras     Outras Entidades
 
 
 
SEJA BEM VINDO A TRIBUNA ONLINE
GUANAMBI/BAHIA - Terça-Feira, 16 de Abril de 2024
 
 
 
ONDE ESTOU: PÁGINA INICIAL > NOTÍCIAS
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

   
 
 

EDITAIS

NOTÍCIAS

 

Projeto estudantil contribui para ampliar arborização em Bom Jesus da Lapa
Quarta-Feira, 03 de Abril de 2024

Estudantes do Colégio Estadual São Vicente de Paulo, em Bom Jesus da Lapa, estão envolvidos com o projeto À Sombra do Ipê, que, desde 2015, vem sendo realizado com o intuito de desenvolver a consciência socioambiental nos jovens e na comunidade local, uma vez que a atividade não se limita aos muros da escola. A ação visa, sobretudo, colaborar com o aumento do nível de arborização urbana do município do Oeste baiano. Como produto do projeto nasceu o Viveiro Educador, através do qual os alunos plantam as mudas doadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente em bairros da cidade.

Nesta edição, participam as turmas das 1ª e 2ª séries do Programa de Educação Integral (Proei), sob a orientação dos professores coordenadores Lécio de Assis, Fabiana Leão e Dalva Costa. Os educadores contam que À Sombra do Ipê nasceu a partir da percepção da comunidade escolar sobre a carência de parques e de árvores frondosas em avenidas, ruas e nos estacionamentos públicos na zona urbana de Bom Jesus da Lapa.

“As árvores existentes nas vias públicas, muitas vezes, são podadas de forma agressiva, comprometendo o desenvolvimento saudável da planta, além do grande número de lacunas e da presença de espécies exóticas ao bioma da região que está em área de transição do cerrado e da caatinga”, relata Lécio.

O projeto tem como ponto de partida o mapeamento das áreas a serem atendidas, seguido de visitas estudantis às ruas do bairro escolhido, com ida de porta em porta apresentando o projeto e perguntando os moradores se desejam que seja plantada uma muda em frente à sua residência ou seu estabelecimento comercial. Caso a resposta seja positiva, os alunos preenchem um cadastro e o morador se compromete a cuidar da muda.

Após esse levantamento, explica o professor Lécio, o número correspondente de mudas é solicitado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e, em seguida, é feito o agendamento do plantio. Depois de um tempo, as equipes retornam ao local para avaliar se as mudas se desenvolveram ou se morreram e, no caso, a reposição de uma nova muda é feita.

Jôse Mariane de Souza Lima, 15, 2⁰ ano, fala sobre a sua participação no projeto: “é uma experiência incrível, uma honra estar inserida nesse trabalho que traz tantos benefícios para o meio ambiente, promove qualidade de vida e que vai beneficiar as próximas gerações. Entendi todo o contexto científico e os objetivos do projeto e levei a teoria para prática ao abordamos os moradores, apresentando e explicando o projeto, o que me ajudou também na oratória. Foi a primeira vez que participei de um projeto do gênero e agregou bastante na minha jornada acadêmica. Aqui, em Bom Jesus da Lapa, temos ruas, como a do Banco do Brasil, e bairros com a marca do nosso projeto que já tem nove anos e só cresce, o que me deixa muito feliz”.

O colega Éric Jesus da Silva, 17, 3º ano, também conta como está sendo a sua experiência: “é maravilhosa e muito gratificante fazer parte de uma ação que só me traz felicidade e aprendizados sobre a importância da arborização. Meus professores Lécio e Fabiana têm um papel muito importante na realização desse trabalho. Minhas palavras, hoje e sempre, são amor e gratidão”.

 

FONTE: Ascom/SEC  
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

   
 
    © 1999-2024 TRIBUNA ONLINE